quarta-feira, 23 de setembro de 2009

QUATRO VERBOS PARA UM DIA

Levanta-se esporeada
com o cheiro ácido dos lençóis

Navega no silêncio duro
em águas de suor

Rema vadia
com remos apodrecidos pelo sal

E de asas quebradas
espreme da memória
o cheiro doce
antes aceso nos lençóis

MV

15 comentários:

Daniel Costa disse...

MARTA

Escreveste um bonito e interessante poema. De certa maneira será uma imagem possível da realidade.

Beijos,
Daniel

Tentativas Poemáticas disse...

Querida amiga Marta

Não me esqueci de si, não! Nunca!
Porém, a disponibilidade para passar pelos blogues tem estado muito limitada.
Hoje, a pedido daquela que muito a estima, venho participar-lhe que, após dois anos de exames inconclusivos, a última biópsia revelou CARCINOMA. A Isabelinha (ARTISTA MALDITO) vai ser sujeita a tratamento de quimio e radioterapia até à descoberta do tumor, ainda não localizado.

Beijinhos com muita ternura.
António

Um Olhar disse...

Vim conhecer-te e agradecer-te a tua visita. Muito curiosa,esta descrição,intervalada por belas palavras, gostei.

Vamos tentar alegrar todas as manhãs com alguns sorrisos pelo meio!

Bjo
Fatima

☆Fanny☆ disse...

Gostei muito Marta!!!

Beijinhos

Ricardo disse...

Huuummm , isto cheira-me bem! :) :)

Beijo

Maria Emília disse...

Cara amiga, não a conheço e creio que é a primeira vez que visito o seu blog. Como sei que é amiga da Isabel vim com o propósito de lhe dizer que lancei uma corrente de energia e oração. Se quiser participar será mais uma elo muito importante nessa cadeia.
Um beijinho,
Maria Emília

BC disse...

Um poema de doces recordações, transformadas em sal, nuns lençóis que dirão sempre muita coisa!!!
Beijinhos
Isabel

Nilson Barcelli disse...

E como tu sabes tratar tão bem todos os verbos em que te levantas e navegas, nesse mar da excelência da poesia, em que remas com facilidade, espremendo as palavras com saber, até que elas façam sentido, o teu.
Querida Marta, tem um bom fim de semana.
Beijo.

praia da lua disse...

Martita, soham é um termo sanscrito q designa energia vita de corpo-mente-espírito ;)

bj grnd e bom fim-de-semana

praia da lua disse...

energia vital (rectifico)

poematar disse...

Um bálsamo! Deixa-o estar. Não o tires no dia de eleições. É uma maravilha face ao tédio. Parece que ficou tudo amuado comigo desde que editei a postagem do Salò de Pasolini. Não tive um único comentário (?). Um abraço. Saúde.

Daniel Costa disse...

Marta

Podemos poenciar o teu escrito como um interessante pensamento poético.
Beijos,
Daniel

Sonia Schmorantz disse...

Fortissimo!!!!
beijos, lindo final de semana

i ILÓGICO disse...

lindo!

Lord of Erewhon disse...

Gostei muito deste poema; simples, a coloquialidade dos dias bem orquestrada.