terça-feira, 25 de novembro de 2008

AS SEREIAS SÓ CANTAM EM SILÊNCIO


Ontem fui ilha. Ilha solitária

arquitectada no ermo da vida.

Rodeei-me de mar revolto

em tempestades e intempéries

calcinadas pelo tempo.


Enquanto tecia infinitos incertos

e olhava maresias sem nome

acedi a ser península.


E enquanto a solidão se foi esfumando

no canto das sereias que me possuíram,

fui ficando ligada por sendas

onde deslizei sentimentos em constante agitação.


E com as mãos em flor

linha a linha, ponto a ponto

teci rendas de palavras e poemas

sonhados em bolas de sabão.


Deixei de ser Ilha! Acedi a ser península!

Evacuei-me da solidão.

Mas hoje as sereias só cantam em silêncio.


MV

7 comentários:

BC disse...

Gostei muito do poema Marta, andamos todos à volta do mar ,das ilhas.
Que bom o mar é paz e serenidade
Beijo
Isabel

JOSÉ FARIA disse...

Marta, todos somos ilhas, ou cada um é uma ilha de mar mais calmo ou revolto.
"Mas hoje as sereias só cantam em silêncio" enquanto a tua poesia gritar tão alto.
Parabéns
José Faria

nas asas de um anjo disse...

talvez seja dos melhores poemas que por aqui li...tem mt de introspectivo, orlado a lindas metáforas q te fazem ser...nostalgia...pedaço de solidão...busca de embalo, no coração!
tenho estado sem pc e lá no blog tem postado uma fada amiga, daí não andar a esvoaçar por aqui.
bjs grds e feliz dia!

Poesias e Canções disse...

Não é verdade que só se cantam em silêncio;mas apenas no silênco se fazem ouvir!
Lindo poema!
obrigada por sua visita

nas asas de um anjo disse...

KIDA MARTA, TD BEM?
TENS UM DESAFIO LÁ NO MEU BLOG...BJS

http://blogasasanjo.blogspot.com/2008/11/desafio-da-tatie-agora-tambm-meu.html

Ao Sabor da Poesia disse...

Olá Marta

Que poesia maravilhosa
Os sentimentos são assim, mares que ficam calmos e outras vezes revoltos....Meus sinceros Parabéns

Beijinhos no coração

Ps obrigado pela tua sempre presença em meu Blog

Gonçalo Marques disse...

Parabéns! LINDO DE MORRER. Obrigado por partilhá-lo connosco.
Cumprimentos.
Gonçalo Marques