quinta-feira, 22 de janeiro de 2009

FALTAM-ME...



Faltam-me as mãos
para escrever nos versos
a sombra dos sonhos
que falam alto à luz da madrugada.
Faltam-me os olhos
para ver a cor fogo do entardecer
nos contornos (im)precisos desse olhar.
Faltam-me os passos
para vaguear nos rios que me atravessam
em rotas de mel e cravo.
Faltam-me os fios
para consertar as velas do navio
na poeira do tempo por desbravar.
Falta-me a lua cheia
grávida de tanto branco
para pintar em cor de açucena
os golpes descuidados que faço.
Em recolha de rios no leito
silencio esta loucura
que retenho no peito.


MV

16 comentários:

frAgMenTUS disse...

mt bonito
a mim, falta-me...nao importa!
bj grnd
continuo a entreter-me com os teus anjos

Daniel Costa disse...

Marta

O teu poema é cinco estrelas! Nota-se que funcionou sentimento, em virtude do aprofundamento que lhe foi imprimido.

A tradição da ginjinha, em Lisboa, deixou de ser o que era. A ginjinha, em Óbidos é muito boa.
Daniel

BC disse...

Falta-te isso tudo "poeticamente escrevendo", mas não te falta a inspiração habitual.

Momentos desses de falta todos nós temos, mas isso passa, parece que o chão nos foge, as palavras não saem, é terrível, mas o sol está lá embora escondido, podes tera certeza e os sorrisos também.
Beijinhos
Isabel

José Manuel Brazão disse...

Pode faltar-te muita coisa, mas certamente não te falta a "loucura" de bem escrever!

Simples belo e a tal graciosidade nas palavras!

Beijos poétcos com sorrisos

Sonia Schmorantz disse...

Que bela forma de escrever sentimentos. Muito bonito...
Um abraço

Miguel Barroso disse...

Qualidade não falta




Abraços d´ASSIMETRIA DO PERFEITO

CarlaSofia disse...

Querida Marta, venho convidar-te a participar na minha próxima postagem. Tenho convidado alguns amigos «blogueiros» a enviarem pequenos textos ou poema sobre o tema Esperança. Estou a reunir o que me têm enviado. Se quiseres participar iria ter muito gosto e se o quiseres fazer envia para o meu mail até Domingo, uma frase ou poema sobre o que significa para ti a Esperança, estou convencida que não te faltará inspiração. Mas se não quiseres participar eu entendo e respeito. O meu mail é: carlasofia.rodrigues75@gmail.com
beijinhos de LUZ para ti querida.

Paulo Afonso Ramos disse...

Em silêncio continuo por perto.
Mais um poema de classe!
Abraço

UMA PAGINA PARA DOIS disse...

Existe um lugar onde
todos os sonhos se realizam
a Felicidade é constante
e o sentimento maior é o Amor
este lugar é o seu Coração...
Procure nele e você
encontrará as respostas pra tudo.
Bom final de semana

Artista Maldito disse...

Bom Dia Marta

E no anverso do despertar, ou na diluição ao entardecer, as velas que de tantas viagens suspendem(silenciam) o rumor dos rios, podem calar a voz, mas não a escrita.

Um beijinho e bom fim de semana,
Isabel

MPereira disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Olavo disse...

Belos sentimentos expostos..Parabens.
abraços

frAgMenTUS disse...

tens um mimo lá no meu blog
sobrevivente ao romantismo
bj

Mari disse...

Que lindo texto!
suas escolhas são fantásticas!
um abraço.

Sonia Schmorantz disse...

Para refletir:
Aprendi que não posso exigir o amor de ninguém...
Posso apenas dar boas razões para que gostem de mim...
E ter paciência para que a vida faça o resto...
Não importa quão boa seja uma pessoa, ela vai feri-lo
de vez em quando e você precisa perdoá-la por isso.
(William Shakespeare)

Faça dessa nova semana um novo início rumo à
felicidade.
abraços

Brisa em ti disse...

faltam-me sopros para demonstrar como é bom estar presente no teu espaço, pelo meu carinho.

uma brisa de magnólia, para ti, querida poetisa